PRÁTICAS DE DES-IMUNIZAÇÃO + moAND no Porto, 27-28 Abril – Inscrições abertas!

5_ocupação PORTO.jpg

EXPOSIÇÃO-OCUPAÇÃO AND #1

O projecto “Do Irreparável: o que pode uma ética de reparação?” assenta em vários dispositivos relacionais que se articulam através de diferentes situações de partilha, nomeadamente num formato experimental que decidimos formular como exposição-ocupação. Tornando acessível aquilo que normalmente está nos bastidores como os meandros da pesquisa artística, a dimensão de montagem e desmontagem de uma exposição, a presença constante dos corpos, agentes humanos e não humanos que compõem e produzem esse enquadramento espácio-temporal, esta é uma exploração das modulações do encontro em situação, que terá duas ocorrências (uma exposição-ocupação no Porto e outra em Lisboa).
A primeira exposição-ocupação, a ter lugar no MIRA I artes performativas, conta com uma oficina de introdução ao Modo Operativo AND, a partilha do processo de construção do Metálogo#6 (por Fernanda Eugenio e Ana Dinger, a apresentar no MIRA I artes performativas em Dezembro de 2019), jogos-conversa e contribuições outras de artistas e colectivos – nomeadamente a investigação colaborativa das Práticas de Des-Imunização (Fernanda Eugenio e Dani d’Emilia) -, em progressiva ocupação do espaço e entorno.
Experimentando com os limites do REPARAR – ferramenta-conceito síntese da pesquisa desenvolvida no AND Lab – o projecto “Do Irreparável: o que pode uma ética de reparação?” situa-se no seio de uma tarefa paradoxal e urgente: entre a irreparabilidade constituinte do mundo-tal-como-o-conhecemos e o compromisso ético com a sua reparação.

ONDE:
MIRA I artes performativas
Rua do Padre António Vieira 68, Porto

QUANDO:
13 a 28 de Abril de 2019
13 de Abril, das 16 às 18h – Sessão inaugural com apresentação prática da investigação “Do Irreparável: o que pode uma ética de reparação?”
Horário de abertura entre 16 e 26 de Abril: Terça a sexta, das 15 às 18h
13 e 14 de Abril – Oficina de Introdução ao Modo Operativo AND https://www.facebook.com/events/1097007387156111/
27 e 28 de Abril – Oficina de MO_AND + Práticas de Des-Imunização
https://www.facebook.com/events/1306897209472337/

PRÁTICAS DE DES-IMUNIZAÇÃO

27 de Abril (Sábado), das 15 às 20h (com uma hora de intervalo para almoço)
28 de Abril (Domingo), das 11 às 20h (com uma hora de intervalo para almoço)

As Práticas de Des-Imunização partem do campo de afinação entre a política de co-passionamento (prática do MO_AND, Fernanda Eugénio) e a ternura radical (Dani D’Emilia). Partem do desejo de experimentar procedimentos relacionais e práticas político-afectivas encarnadas para a trans-formação social, explorando a dobra entre o íntimo e o político; entre os modos da vinculação proximal e aqueles que poderão operar, por emergência, mudanças sensíveis no colectivo.

A proposta tem sido pesquisar, no plano da corporeidade, percursos possíveis para activar modulações não-hierárquicas e disseminadas do amor e do amar, experimentando a sua liberação de conformações pré-definidas e a sua operatividade enquanto força de strangership: sintonização com o impróprio e o alheio, capacidade de prescindir da lógica da (des)identificação/(des)entendimento para abrir-se em disponibilidade, comparecimento, escuta, engajamento e presença. Criar as condições para o exercício desta política outra para a constituição situada do viver juntes envolve acolher o risco e comprometer-se com o cuidado recíproco. Retomar territórios afectivos imunizados pelos mecanismos da indiferença ou pelo fechamento identitário, circunscrevendo zonas de intimidade temporárias com o desconhecido e o desconhecível, experimentando estados de vulnerabilização deliberada e de elasticidade variável da permeabilidade. Des-imunizar ao outro (cum, o outro; o além de mim), experienciar a relação como dádiva (munus). Fazer no/do corpo coragem e franqueza para implicar-se, a cada vez, no (re)fazer comum.

As Práticas de Des-Imunização emergem de uma investigação-criação em processo, que acontece sobretudo em relação. Na edição desde ano da Escola de Verão AND, a realizar em Lisboa em Julho, vamos aprofundar a conversa entre as proposições que estamos a criar no âmbito desta pesquisa e as mais recentes formulações criadas no âmbito do Modo Operativo AND, para abordar as potências dissidentes do amor e o exercício infinitesimal das diversas modulações do reparar (pré-parar, re-parar, reparagem e reparação) ante a irreparabilidade do mundo. Neste encontro no Porto, aberto a qualquer pessoa que se sinta sintonizada com estas questões, partilharemos pela primeira vez algumas das práticas que estamos a preparar para a Escola de Verão.

Informações e inscrições através de danidemilia@gmail.com.
É condição indispensável para participar na oficina a disponibilidade para estar presente na totalidade da carga horária.
Apenas 12 vagas. Valor de inscrição de 60€ (enviar comprovativo de pagamento para o mesmo endereço electrónico até 24 de Abril).